Follow by Email

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Poema que fiz: Nunca deixe se levar para trás.

Nunca deixe se levar para trás
ao passar a ponte da solidão, lá longe quero estar
sobre uma sacola as maguas iram ficar
mesmo tendo apenas a lua como amiga
a barulhos que me dão arrepios
muitas vezes deixer de dormir para ser a sua luz
nas noites mais chuvosas eu era sua companhia
mesmo estando apenas olhando esse belo céu
as estrelas formam objetos conforme a minha saudade senti
e a minha saudade forma vários rostos, me confortando
não tenho mais travesseiro
mas tenho uma bela de uma coberta
deixei meu coração ficar mais quente
eu apenas pedi para me deixar livre, chega de cela
se for para voar, não terei mais medo
não sou um herói
heróis onde vocês estão
para fazer os olhos voltarem a acreditar
para fazer as balas pararem no ar
não quero ver mais você chorar
eu apenas vou correr de volta
não para voltar atrás
e sim poque eu sinto sua falta
e a verdade é que você é a minha vida
e sofrer não faz parte da conquista
eu apenas quero ser a ponte para que você passe, como eum dia eu já atravessei
e a solidão será apenas um conto de história
pois eu acredito ainda em nós...



sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Poema que fiz: A briza que me lembra você.

vento dono do meu coração
olhei você varrer as areias da praia pela manhã
não varra tudo
deixe eu sentir um pouco elas sobre minhas mãos
o ar mais puro e belo do verão
onde seu vestido são as folhas voando para longe da ilusão
a brisa me cega, faz esquecer de coisas que eu não quero lembrar
tão forte ao ponto de me fazer ali ficar
a noite toda na compania da luz do luar
a fogueira para afastar o frio
são as coisas boas que ainda me restam
o calor do seu beijo que ainda não foi embora
ou dos seus dedos sobre meus lábios me dizendo
calma e escute, que a felicidade está vindo agora
a grama não tem mais buracos
as flores não tem mais espinhos
e a rosa já está sobre o seu cabelo
e você já é o dona do meu sorriso
você pode me ver correr?
mas eu não vou cair
sobre o meu chão existe uma palavra chamada amor
é aquilo que me mantem aqui
até o mais belo diamante eu recusei
pois em você ele não ficaria bonito
pois um dia você me contou
que as pessoas são feitas de sentimentos, e não de caprichos
e hoje eu não me sinto mais sozinho
estou te esperando na mesma praia que nos conhecemos
e você ali já esta vindo
foi tão belo refletir coisas que ainda me mantem erguido
sou grato ao vento que trouxe seu chápeu até meus pés
o mesmo vento que uniu nossos caminhos
hoje você é a dona do meu pensamento
e o que está pra vir, pode vir
pois o muro eu já levantei
pois o seu abraço é a minha proteção, e sem ele eu não vivo.



sábado, 22 de novembro de 2014

Poema que fiz: Mais uma história linda de outono.

Deixe eu seguir um caminho
aonde os faróis vão iluminar o seu rosto
ao acorda na manhã seguinte
não avistarei mais barreiras
que possam a vir me fazer desistir desse sonho
que as rochas podem vir a virar espinhos
mas eu já estou de pés descalços
correndo sobre a areia macia da praia
onde você sentava para lembrar de sua família
e eu te avistava sem sentir mais agonia
do tempo que ainda é meu amigo
a minha companhia
posso sentir o vento bater em meus pés
ao balançar sem medo do alto da cascata
aonde seus inimigos falavam
que podia ser perigoso
e eu apenas juntava forças sobre minhas mãos
para poder te segurar, para dizer não tenha medo, eu te amo
sem se preocupar com o dia cinza que vira escurecer amanhã
sua ultima gota de água eu guardarei
a última flor do jardim eu guardarei escondida
pra que ninguém um dia
possa a vir pisar
irá nascer muitas quando a primavera chegar
sobe os sons dos pássaros o mais lindo canto
como a primeira vez que vi você dançando
eu não erá o motivo do seu mais belo vestido ainda
mas já tenha comprado o próximo para te dar
para que isso se tornasse uma mais nova história de vida
sobre tanta dificuldade ao ver minhas mãos sujas
você fosse a chuva
que descia para regar quem precisasse ser salvo
quem precisasse de uma nova vida
então eu corri
já sinto seu cheiro do seu perfume
ao deitar na cama e não consigo dormir
te juro, eu tentei
mas já me sinto abraçado
já sinto que amanhã posso contar para meus amigos
que eles não precisam se preocupar
que tem sim alguém para ser amado
que ao desligar a luz
toque uma música
a música que aquela noite fez a gente dançar
dançamos a noite toda, até o baile acabar
minha jaqueta foi seu guarda chuva
até chegar a varanda de sua casa
rimos, brincamos, ficamos envergonhados
e seus pais torciam
para que isso não fosse apenas o primeiro beijo
e sim uma longo destino
aonde uma pessoa não vive sem a outra
e por mais que um dia termine
nada termino pra quem se ama
nada acabou para quem um dia doou a própria vida
o próprio tempo que não pensou duas vezes
apenas quis que isso acontecesse
mais uma nova história linda de outono...


quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Música: Nossa História

O tempo passou e eu só quero seguir
um destino para mergulhar
olhei para seus olhos e não vou desisti
é o que me da forças para lutar
sobre as nuvens eu me senti
algo novo para acreditar
acreditar que isso não terá um fim
e no seu abraço eu irei descansar

Mesmo que o sol venha se apagar
é com você que eu quero estar
sem mais ter o que se preocupa
nossa história nunca vai se acabar

por tantas vezes eu acreditei
por tantas vezes eu sonhei
 tantas vezes vi o tempo apenas passar
bolando um plano para te encontra

não, não vou olhar para trás
não vou viver em vão
vou deixar a briza me levar
essa sera a nossa canção







sábado, 15 de novembro de 2014

Poema que fiz: Um farol iluminando o meu caminho até você

Me prenda, me faça esquecer
deixe eu ir, me deixe viver
sim eu vou ser livre, eu vou te ver
deixe eu sentir, deixe eu sentir o mais belo vento sobre esse luar
sem ter mais medo do seu abraço, sem mais ter o que se preocupar
um farol iluminando o meu caminho
sobre os dois pés no abismo
ouço sua voz a sussurrar
o que eu sempre quis ouvir
o que me deixa em pé, o que faz eu não me desanimar
olho para guerra, procuro algumas medalhas sobre o chão
mãos sobre os meus bolsos
não acho sua foto diante tanta solidão
lembro de quando sentei pra respirar fundo
beijei sua imagem antes de lamentar
tantas lembranças me vieram
as lágrimas foram eternas, porque sabia que o tempo que eu tenha
eu não aproveitei, não fiz durar
já estou a caminho de casa
as nuvens já formam seu rosto
me salve, me salve como você sempre fez
ao sentir a adrenalina de pular de um paraquedas você me disse
vai ser legal, vai ser divertido
eu não acreditei, a adrenalina só aumento
não quis te preocupar, mas a unica adrenalina que senti
foi ter medo,  de pensar que poderia te perde
fui até o fim para ver o seu sorriso
sacrifiquei quase tudo, as vezes até penso
não foi para provar pro mundo
e sim a mim mesmo
provar que estou vivo
que até a coisa mais simples que avida pode nos dar
vai ser divertido
como aquela vez que escrevi uma carta
aonde tudo começou
entreguei para a sua colega
foi motivo de piada para muitos
mas para você eu fui a diferença
e hoje você me espera sobre o sofá da sala
com tudo quase pronto
a dois passos da calçada já sei que tudo que vivi
que tudo que batalhei valeu a pena
oque eu tenho amostra pro mundo
que posso ter muitas vidas
uma sofrida na guerra,uma maravilhosa e rica
uma tão simples no campo,uma de batalhas e conquistas
isso não faz diferença
oque faz diferença é que lá na frente
quero estar com você.






sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Poema que fiz: Um quadro feito de sentimentos.



Deixe o som mais lindo feito por um piano te levar
te levando até as nuvens sem ter medo de voar
quando estiver lá no alto não olhe para baixo
mas se um dia olhar
não tenha medo, você pode cair, mas eu  irei te salvar
como sempre pensei que seria
quando o frio chegar
serei o seu cobertor
quando a chuva cair sem parar
não deixarei ela te molhar
vou ser o seu  escudo quando sem ter medo de apanhar
sobre as mãos te levo a mais bela flor
escondi ela bem para que o vento não venha e a leve de mim
você estará em sua casa desenhando
o mais belo desenho de nossa vida
escondido por de trás de sua sombra
serei seu protetor
você será a minha mais bela conquista
fechando os olhos posso flutuar
pessoas saem correndo ao me ver praticar
sobre as notas musicais o meu tapete é o seu olhar
me levando as alturas, não querendo mais voltar
te pergunto, vale a pena sonhar?
você respondeu, até o mais belo sonho
um dia se torna realidade
porque quando chegar a hora
chegar o fim do meu desenho
nós dois seremos uma só alma
um quadro levado para a vida toda
montado por glorias e sofrimentos
mas vai estar lá
pregado na parede
eu estarei sorrindo e você abraçado em mim
pois não tenho mais medo
esse amor não terá um fim.

sábado, 4 de outubro de 2014

Poema que fiz: Acordei para vida.

Acordei para vida
Estava guardada em um baú por anos
Julgada, cheia de cortes, cicatrizes por todo o corpo
Mas caminhei e vi pegadas
Sobre a praia que tanto lavou meu rosto
Nem o mais belo abraço
Eu queria sentir naquele momento
Tantas perdas, me pergunto
Porque é tão séria vida ?           
Olhando para o mar eu vejo duas cores
Lá no fundo parece ser mais azul
Talvez lá seja a paz que procuro
Me jogar ao mar, ir afundando atrás de um futuro
Ao mesmo tempo sabendo
Que posso estar enganado, posso não ter um
Calma, eu ainda não me joguei
Na beirada da montanha eu não cai
É estranho, o vento não me derrubou
Pois até ele sabe
Que meu coração bate ainda forte
Pois a alma pode estar fraca
Sinto sua falta
Sei que o tempo, nem a brisa irá te traze de volta
Mas quem disse que eu estou esperando algum milagre?
Eu apenas sou mais um herói a tamanha dificuldade
Não desisti, pois bem, você viu
Eu pensei
Agora levantei da areia
Foi quando do outro lado da rua você passou
Estava frio aquela noite
Mas fui tomado por um calor
Fazendo o que estava frio, e a vida saiu
Daquele maldito baú
E se tornou uma nova vida
Posso ter novos retratos
Novas fotos
Novos sentimentos
Novas perdas, mas tomara que não tenha
Mas também posso ter uma nova história
Você não me conhecia
Mas eu já conhecia você
Pois eu já escrevia
Não para virar uma rotina
E sim para mostra que eu estava vivo
Pois não existe uma coisa mais triste do que não se sentir vivo
Porque respira todos respiram
E a felicidade é uma coisa única
E naquele instante ela se tornou seu rosto
E pra mim já era um motivo para acorda amanhã.